Casa > Universo > Mais de 25 maneiras notáveis ​​de conservar e proteger a fertilidade do solo ...

Mais de 25 maneiras notáveis ​​de conservar e proteger a fertilidade do solo ...

pode o universo perder energia
habboin 26/09/2021 Universo 1222
25+ Maneiras Notáveis ​​de Conservar e Proteger a Fertilidade do Solo Nosso solo é muito importante quando se trata de nossa qualidade de vida. Não só desempenha um papel em como as coisas crescem, mas também no ar que respiramos ...

Mais de 25 maneiras notáveis ​​de conservar e proteger a fertilidade do solo

Nosso solo é muito importante para nossa qualidade de vida. Não só desempenha um papel na forma como as coisas crescem, mas também no ar que respiramos. Existem métodos que podem proteger e conservar nosso solo ao mesmo tempo. O objetivo aqui é reduzir a erosão e garantir a fertilidade do solo. Isso pode ser executado pelo cidadão médio ou por setores de negócios inteiros.

Aplicar bons procedimentos operacionais é uma ideia neste processo. Praticar hábitos gerais ecologicamente corretos é outra ideia e um método de sucesso. As abordagens de conservação são um benefício para comunidades individuais e para toda a Terra.

Fonte: Canva

“Essencialmente, toda a vida depende do solo ... Não pode haver vida sem solo e solo sem vida; eles evoluíram juntos. ”

~ Dr. Charles E Kellogg, Cientista do Solo e Chefe do Departamento de Química e Solos do USDA

Com tantas questões ambientais circulando, como poluição do ar, poluição da água, poluição do solo, aquecimento global, acidificação dos oceanos, destruição da camada de ozônio, as pessoas estão procurando maneiras de manter nosso planeta são. Uma forma de fazer isso é conservando o solo.

A conservação do solo é a prevenção da perda de solo por erosão ou redução da fertilidade causada pelo uso excessivo, acidificação, salinização ou outra contaminação química do solo.

Mais de 25 maneiras maravilhosas de conservar e proteger o solo

Vamos dar uma olhada em mais de 25 maneiras de proteger e conservar o solo.

1. Proteção Florestal

A cobertura florestal natural em muitas áreas diminuiu devido à atividade comercial. Um dos propósitos dessa cobertura era a proteção do solo. As empresas envolvidas na construção de edifícios podem economizar garantindo que essas áreas sejam protegidas.

2. Tiras de buffer

A erosão do solo é um grande problema que está sendo enfrentado em todo o país. Este é um problema especialmente quando existem corpos d'água naturais. As faixas de proteção são úteis para esforços de conservação. Eles fornecem proteção onde existem bancos de rio. Eles podem ser criados com grama, árvores e arbustos.

3. Agricultura de plantio direto

Existem várias abordagens usadas quando se trata de agricultura. É possível fazer esse trabalho e ainda conservar o solo. O plantio direto é uma abordagem que permite que as safras permaneçam no local por uma temporada. Isso evita que o solo fique exposto e desprotegido.

4. Menos superfícies de concreto

O solo requer uma quantidade adequada de água para funcionar corretamente. Muitas superfícies de concreto, especialmente em áreas residenciais, tornam difícil para a água chegar ao solo.

O uso de pedras de pavimentação em pátios e jardins protege o solo. Eles também são uma ferramenta para prevenir a erosão do solo em áreas específicas.

5. Áreas de quebra-vento da planta

Os quebra-ventos são compostos por arbustos, plantas e árvores. Eles funcionam em combinação e servem a um propósito de conservação. Eles trabalharão juntos para diminuir a força do vento nas áreas terrestres. Este é um método que também pode funcionar para prevenir a erosão do solo.

6. Plantio de terraços

Este tipo de plantio é feito maximizando a topografia do terreno. Beneficia da forma como a água da chuva flui naturalmente. É uma forma de proteger o solo da erosão. Também é um método comprovado para estimular o crescimento em áreas de solo úmido.

7. Plantar árvores para proteger o solo superficial

Simplesmente plantar árvores é um bom método de conservação, pois protege a camada superficial do solo e evita a erosão. Semeie grama, plante arbustos e outras plantas em áreas vazias de seu quintal ou jardim. A folhagem vai absorver o excesso de água e proteger a camada superficial do solo do impacto da chuva, vento forte e tráfego de pedestres.

À medida que a árvore cresce, suas raízes também ajudam a ancorar o solo, protegendo o solo do escoamento da água. As raízes da grama e das plantas também retiram nutrientes das profundezas do solo, mais perto da superfície, melhorando a qualidade da camada superficial do solo.

O azevém e o trevo são escolhas excelentes para a cobertura do solo básica. Suas raízes se espalham profundamente e se mantêm firmes. Outras plantas de ancoragem úteis incluem grãos como trigo, cevada e centeio e safras de raízes vegetais como rabanetes.

8. Rotação de colheita

A maneira como você planta suas safras pode ter impacto no solo. A rotação de culturas é um processo que funciona para conservar o solo. Isso é conseguido plantando e cultivando uma série de safras diferentes no mesmo solo. Esse processo evita o crescimento excessivo de patógenos e a falta de fertilidade do solo em geral.

9. Regar o solo

Este é um processo simples que traz muitos benefícios ao solo. É importante regar o solo junto com plantas e vegetais. Isso ajuda não apenas a nutrir o solo, mas também a protegê-lo. O solo úmido não corre perigo de erosão devido à atividade do vento.

10. Manter o pH

Os níveis de pH no solo podem ser afetados por uma série de coisas. Poluentes e ácidos são apenas dois exemplos nesta categoria. A compra de um testador de solo é uma boa maneira de monitorar os níveis do solo. Isso também permite que você aprenda o que precisa ser adicionado para garantir um solo saudável e sua conservação.

11. Adicionar minhocas

Há uma variedade de coisas que vivem no solo ao nosso redor. Você pode adicionar minhocas ao solo para garantir sua saúde. Este é um método de conservação que estimula a decomposição da matéria orgânica. Isso é o que as minhocas fazem regularmente. Eles aumentam a capacidade do solo de absorver nutrientes.

12. Culturas indígenas

A agricultura tem tudo a ver com diversidade, mas as safras indígenas são importantes. São opções de cultura nativa que valorizam o solo. Plantar é uma forma de garantir os esforços de conservação. Eles devem ser plantados mesmo quando diversas safras estão sendo plantadas, também.

13. Palha

A cobertura morta é uma das grandes ferramentas de conservação que protegem o solo, e a maioria delas é usada simplesmente para embelezar gramados. A cobertura morta funciona para evitar a erosão do vento. Também é um ótimo produto para ajudar o solo a reter a água de que necessita.

Espalhe uma fina camada de cobertura morta ao redor da base das plantas prósperas durante o pico da estação de crescimento. A cobertura morta evitará que o solo seja exposto ao vento e à água, ao mesmo tempo que preserva nutrientes importantes e umidade no solo no nível da raiz.

Existem vários produtos de cobertura morta disponíveis no mercado. A palha pode ser comprada barata em qualquer centro de jardinagem, ou você pode facilmente fazer em casa colocando restos de madeira, folhagem viva e matéria vegetal em decomposição em um triturador, formando um composto.

14. Florestamento

Plantar árvores é um método de conservação do solo. Proteger as áreas sob as árvores, também chamado de florestamento, é outro método. Isso significa plantar folhagem em áreas de vegetação rasteira. Isso funciona para estimular a absorção de solo e água saudáveis.

15. Monitorar o pastejo

Agricultores em diferentes setores podem desempenhar um papel crítico na conservação do solo. Freqüentemente, são fazendeiros com animais que pastam. É importante monitorar as áreas onde as vacas e outros animais pastam.

Isso ajuda a prevenir o esgotamento do solo. Também aborda a questão dos danos aos cascos, que podem ocorrer no solo.

Fonte: Canva

16. Barragens

As barragens são recursos importantes no que diz respeito à conservação do solo. Essas estruturas funcionam para evitar a erosão do solo. Isso é especialmente importante em áreas onde existem rios. A inundação de rios tem sido a causa de muitos casos de erosão do solo. As barragens também oferecem proteção adicional.

17. Fertilizantes

Nem todos os produtos fertilizantes são eficazes para os esforços de conservação. A composição desses fertilizantes pode ser o problema. Ingredientes que danificam o solo afetam as plantações que são cultivadas. Ao mesmo tempo, pode haver danos permanentes ao próprio solo.

18. Sem compactação

Um método de conservação simples que alguns jardineiros e fazendeiros aplicam é não compactar o solo. Este é um método de proteção útil.

Você pode fazer isso criando caminhos dedicados em seu jardim. Isso ajuda você a não andar no solo úmido, causando a compactação.

19. Controle de águas pluviais

Em vez de permitir que a água se acumule em pátios ou jardins, é importante controlá-la. As águas pluviais podem facilmente causar inundações ou problemas nessas áreas.

É útil configurar grandes recipientes para conter o excesso de água em locais problemáticos. Essa água pode ser reutilizada para regar jardins e quintais.

20. Monitore o crescimento

Quando as safras ou plantas crescem normalmente, elas têm uma aparência saudável. Se houver um problema com o crescimento, geralmente o problema é o solo.

Verificar a composição saliente e a fertilidade é importante. Isso é feito por meio do monitoramento regular do solo e do crescimento geral da planta.

21. Vegetação de acento

Existem certos tipos de vegetação que agem como um destaque para o processo de plantio. Eles não têm apenas apelo visual; eles ajudam os itens plantados a crescerem adequadamente.

O trevo e o centeio são dois exemplos desses acentos. Essas idéias de vegetação podem funcionar para evitar o escoamento, que por sua vez protege o solo.

22. Abordagem de cultivo

A abordagem de plantio direto é uma das melhores quando se trata de conservação do solo. Os indivíduos podem optar por encontrar uma forma menos prejudicial de arar o solo. Este processo pode funcionar para melhorar a composição do solo. É importante levar em consideração suas plantações, a localização do jardim e a quantidade de água da chuva que recebe antes de arar o solo.

23. Jardinagem sem escavação

Construir um jardim sem escavação envolve a aplicação de camadas de materiais sobre a camada superficial do solo para plantar safras e outra vegetação, de forma que não haja necessidade de perturbar o próprio solo. Quando a jardinagem é feita acima do solo, o solo não é exposto a escavações e irrigação severas que podem danificar o solo e levar à erosão.

Faça vários terrenos não escavados para servir como canteiros de flores ou canteiros para o cultivo de culturas que requeiram condições de solo semelhantes. A estrutura básica é basicamente a mesma, colocando camadas múltiplas de matéria compostável sobre uma superfície permeável como papelão diretamente no topo do solo.

24. Escavar canais de drenagem para orientar o escoamento da água da chuva

Crie canais onde a água possa se acumular e ao redor das bordas de sua propriedade para redirecionar a água de escoamento. Os canais de drenagem reduzem o escoamento e evitam que as ondas de água carreguem o solo ou matem as plantas devido ao excesso de água.

Você também pode cavar uma vala de irrigação pavimentada simples com a mão ou embutir PVC ou tubo de drenagem no canal para instalar o que é chamado de “Dreno Francês” para manter a água longe com maior eficiência.

25. Instale um barril de chuva ou bacia de captura

Um barril de chuva ou bacia de captação pode ser implementado para coletar o excesso de água se a precipitação tender a causar inundações em sua área. Nesse caso, a água da chuva é “captada” na bacia que é instalada no subsolo com uma abertura de drenagem gradeada, ou direcionada diretamente para um barril e guardada para uso posterior. Esses métodos redirecionam a água extra em vez de simplesmente deixá-la corroer a camada superficial do solo vulnerável.

É fácil instalar você mesmo os coletores. Requer medir a unidade e cavar um buraco com as dimensões corretas para acomodá-la na parte inferior de uma encosta.

26. Entre em contato com um especialista em solo

Existem paisagistas profissionais e certos grupos de restauração ecológica sem fins lucrativos que oferecem serviços de restauração de solo e ajudam a reparar o solo erodido ao redor de sua casa voluntariamente ou por um custo baixo.

Eles avaliam a gravidade dos danos ao solo em sua propriedade realizando um exame detalhado de seu terreno e apresentam soluções para restaurar a saúde natural do solo.

Mesmo que seu solo seja saudável, você deve consultar um paisagista profissional pelo menos uma vez por ano para inspecionar sua propriedade em busca de problemas potenciais e discutir soluções preventivas.

27. Considere a Emenda do Solo

Depois de diagnosticar várias deficiências no solo em consulta com um paisagista ou outro especialista em solo, a emenda é o processo pelo qual os nutrientes em falta são adicionados diretamente ao solo erodido para restaurar o equilíbrio químico correto.

Muitos tipos diferentes de emendas podem ser usados. O composto é uma emenda comum usada para fins de jardinagem junto com outros, como fertilizantes orgânicos, sal e turfa. A correção do solo pode ser usada em conjunto com aeração, introdução de minhocas e rega meticulosa para trazer de volta a saúde do solo.

Para selecionar a correção certa para o seu solo, primeiro é necessário identificar as propriedades exatas que faltam ao seu solo.

A conservação é feita por meio de esforços aplicados agora. O objetivo mais amplo desses esforços leva ao futuro. Existem ocorrências naturais, como tempestades, que causam muitos problemas de erosão.

As atividades comerciais tendem a causar muitos problemas com o solo que nos rodeia. Todos que trabalham juntos podem proteger o solo e aumentar seus benefícios naturais de fertilidade.